Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 25 de março de 2017

SD247 - 10 Principais Preocupações de Segurança do Doente em 2017

O Emergency Care Research Institute (ECRI)  divulgou no início de Março de 2017 o seu relatório "10 Principais Preocupações de Segurança do Doente para Organizações de Saúde em 2017", colocando a gestão da informação do processo clínico electrónico, o uso de suporte à decisão clínica e a stewardship à prescrição de antibióticos no topo da lista.

Este relatório anual baseia-se nos dados da Organização de Segurança do Doente do Instituto ECRI, nas preocupações levantadas pelas instituições de saúde e no julgamento de peritos e pretende ajudar as instituições a priorizar as questões e criar planos de acção correctivos.

As 10 escolhas do Instituto ECRI para as principais preocupações de segurança dos doentes em 2017 são:
  1. Gestão da informação do processo clínico electrónico;
  2. Não reconhecimento da deterioração do estado clínico do doente;
  3. Implementação e uso de ferramentas de suporte à decisão clínica;
  4. Divulgação e acompanhamento dos resultados dos meios complementares de diagnóstico;
  5. Stewardship à prescrição de antibióticos;
  6. Correcta identificação do doente;
  7. Correcta Administração e monitorização de opiáceos;
  8. Problema de “saúde mental/comportamental” em instituições/serviços de cuidados gerais (“não-comportamentais”);
  9. Gestão adequado de novos anticoagulantes orais;
  10. Sistemas ou processos organizacionais inadequados à melhoria da segurança e a qualidade.
Concordas com esta lista?
Que outras preocupações gostarias de ver incluídas nesta lista?

7 comentários:

  1. Garantia de que é fornecida informação em tempo útil sobre a situação de saúde ao doente e família e validação da comunicação eficaz. (sugiro a elaboração de check list a ser aplicada pelos vários agentes envolvidos no circuito do doente).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A informação é de facto fundamental e pode fazer toda a diferença.
      Para elaborar uma checklist temos de partir de um consenso do que a mesma deve conter sendo a esta simples o suficiente para que seja "aceite", aplicável e eficiente.
      Assim, qual a informação? e em que momentos a queremos transmitir? (por exemplo):
      1. Consulta (ambulatório)
      2. Admissão ao internamento
      3. Antes de qualquer exame/intervenção
      4. Diariamente (durante internamento) ao Doente e Família/Pessoa significativa
      5. Na preparação para a alta
      6. No momento da alta
      Estas são apenas ideias, mas já se vê que é complexo devido aos múltiplos cenários dos cuidados e dos profissionais envolvidos.
      Vou ver se encontro algo específico, mas aceito participar no desenvolvimento de uma Checklist em conjunto com outros colegas/leitores do blog.
      Obrigado Maria Teresa Antunes

      Eliminar
  2. Olá
    Admira-me, e fico satisfeito, por a Prevenção das Quedas já não ser preocupação.Já agora e a propósito de Processo Clínico Electrónico, preocupa-me o modo como esta nova realidade está a «roubar» tempo de presença física do Enfermeiro junto do doente.
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Augusto.
      As quedas não são preocupação para "uma" parte do mundo. Por cá continuam bem presentes.
      Quanto aos sistemas informáticos, isto só lá vai com uma "revolução"...
      Abraço

      Eliminar
    2. Olá a todos. Além de "roubar" tempo, não sei até que ponto estamos a melhorar a qualidade da informação produzida. Mas enfim, posso estar muito errada. É apenas uma preocupação.Cumps

      Eliminar
  3. Olá
    Da realidade que conheço, a Informação produzida é agora mais acessível, no entanto, cabe-nos a nós enfermeiros torná-la de Qualidade não nos cingindo ao «copy-paste» e à «produção ao Kilo». Sim, reconheço que não será tarefa fácil...
    De qualquer dos modos, o lugar do Enfermeiro é, fundamentalmente, junto do doente e não nas salas de trabalho/registos.
    Cuprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente!O que escreveu descreve bem as minhas preocupações.
    Cumpre, Sofia

    ResponderEliminar