Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

SEGURANÇA DO DOENTE = COMPROMISSO + ENVOLVIMENTO

A “Segurança do Doente” está na “moda”, a par da “Qualidade”, este tema está sempre em “cima da mesa”.
Mas a verdade é que nem sempre isso é levado a sério.
Não basta ter uma infra-estrutura fantástica e tecnologia de ponta. Não são as paredes ou os equipamentos que cuidam.

Será que dá assim tanto “trabalho” e “custa” assim tanto dinheiro:
  • Desenvolver um Plano, fundamentado e bem estruturado, para alcançar uma Imagem final, claramente definida desde o início.
  • Garantir um número adequado, seguro e qualificado de profissionais para cuidar dos doentes (seja que grupo profissional for).
  • Realizar um planeamento adequado dos cuidados, dos recursos, em parceria com todos os actores envolvidos, inclusive o próprio doente.
  • Formar e educar, de forma simples e dirigida ao problema, todos os profissionais da equipa (mesmo aqueles que acham que já sabem tudo).
  • Garantir a existência de dispositivos médicos adequados e seguros a um preço justo.
  • Assumir o conteúdo dos nossos códigos deontológicos (aqueles que jurámos defender e fazer cumprir) e viver os seus valores.
  • Assumir que EU (Todos nós individualmente) sou responsável pela segurança e qualidade dos cuidados prestados por mim e pela minha equipa.
Ou será que isto afinal é trabalhar de forma mais eficiente e poupar muito dinheiro?

Será que se TODOS dessem o seu melhor, não daria menos “trabalho” e “custava” menos dinheiro a TODOS?

E TU, o que fazes para dar “menos trabalho” e custar “menos dinheiro”?


Partilha connosco as tuas estratégias e sugestões.

2 comentários:

  1. Olá
    Excelente resumo da forma como se pode abordar a temática da segurança do Doente. Relevo a importância da «Motivação»...dos actores, os prestadores de cuidados e dos Dirigentes...
    Provavelmente «isto» será o mais difícil, o «resto» virá por acréscimo.
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  2. Olá Fernando e Augusto

    Para mim este tema está na moda há 15 anos e de facto espanta-me como ainda nos dias de hoje é novidade para alguns!! Dá muito mais trabalho quando se tenta remediar o mal que acontece. Penso que é muito importante e urgente TODOS nós CIDADÃOS assumirmos a segurança do doente como prioritário e algo natural em todos os momentos que necessitamos de cuidados de saúde (receber e prestar). Os profissionais de saúde devem rapidamente dar este passo e integrar nas suas práticas e rotinas os mecanismos de segurança tão bem conhecidos a nível mundial e os gestores devem estar mais atentos às necessidades e à segurança, e ter uma maior visão nesta matéria. "Segurança do Doente": é necessário e urgente assumir este compromisso, pois a falta dela pode contribuir matar pessoas!! Os doentes e família devem sentir que podem perguntar TUDO e os profissionais devem ter uma postura de maior abertura quando são questionados sobre os cuidados de saúde que estão a prestar. O meu contributo é tentar diariamente mudar esta cultura!
    Um abraço

    ResponderEliminar