Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Medicamentos LASA - Mais um exemplo

Na sequência do desafio que lançamos na informação publicada a 09 de Junho de 2016 "Como notificar medicamentos LASA ao Infarmed - Look-Alike, Sound-Alike", recebemos da colega L.S. (mantemos o anonimato) que trabalha numa ULS a seguinte partilha:

"Envio em anexo dois fármacos que esta semana encontramos trocados no stock.
Atentamente, L. S."

Como podemos verificar, os comprimidos são exactamente iguais, com a mesma cor e dimensão.

É fundamental estar atento (entre outras) a:
  1. Armazenar os medicamentos de forma correcta, na gaveta adequada e correctamente identificada, se for essa a opção.
  2. Verificar sempre o nome correcto do medicamento quando este é retirado da gaveta para administração ao doente.
  3. Afastar, fisicamente, as gavetas de medicamentos LASA.
E tu, que outras estratégias de segurança do doente utilizas para diminuir o risco dos medicamentos LASA?
Fernando Barroso

2 comentários:

  1. Olá
    Na Norma 20/2014 da DGS pode ler-se:
    «As instituições prestadoras de cuidados de saúde, através das direções clínicas, das comissões da qualidade e segurança, dos médicos, dos enfermeiros, dos farmacêuticos, dos técnicos de farmácia e dos assistentes operacionais, são responsáveis por implementar práticas seguras no que respeita aos medicamentos com nome ortográfico e/ou fonético e/ou aspeto semelhantes, designados por medicamentos LASA...».
    Perante «isto», volto a perguntar:
    E então os laboratórios/fabricantes não deveriam ser os primeiros a utilizar práticas seguras na fabricação/rotulagem dos «seus» medicamentos?
    Há «coisas» que me fazem uma enorme confusão.....é o eterno remediar ao invés do prevenir....
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão Augusto. Até quando iremos conviver com este "remediar" das coisas...

      Eliminar