Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 14 de maio de 2017

Violência contra Profissionais nas Instituições de Saúde - Papel do Gestor de Risco - SD254

Este artigo é o resultado de uma troca de emails com um Gestor de Risco de uma instituição. Com a devida autorização do colega, reproduzo aqui essa “conversa” - um conjunto de perguntas e respostas – porque entendemos os dois que a mesma pode ser útil para outros Gestores de Risco. E como sabemos, a Segurança dos Profissionais contribui para a Segurança do Doente.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Qual o meu papel como Gestora Local face às Notificações de Incidentes Relacionados com a Violência contra Profissionais?
Tendo em consideração as alterações realizadas pela DGS no notific@, eu diria que o Gestor Local (GL) deve analisar e tratar estes incidentes com a mesma atenção e cuidado que o faz para os incidentes que envolvem os doentes.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Sou Enfermeiro por causa de ti. Obrigado - SD253

Hoje, Dia Internacional do Enfermeiro quero deixar aqui o meu agradecimento e homenagem a todos quantos contribuíram para que eu seja hoje o Enfermeiro que sou. Sou Enfermeiro, mas não o consegui sozinho. 

Sou Hoje o Enfermeiro que sou em primeiro lugar pelo exemplo.
A minha mãe, Enfermeira Mileu,  foi o meu 1.º exemplo. Humanidade, humildade, serviço, rigor e profissionalismo. Era impossível não ver ou ouvir esse exemplo.

Mas foram muito os Enfermeiros e Enfermeiras no meu caminho.
Permitam-me referir aqueles de que me lembro pelo nome.

terça-feira, 9 de maio de 2017

SD252 - 7 Características De Um Gestor De Risco Clínico

Recentemente uma leitora do blog colocou um conjunto de perguntas relacionadas com a sua actividade como Gestora de Risco Clínico (GRC) no hospital onde trabalha.

As questões eram múltiplas e entre-cruzadas pelo que tiveram de ser respondidas com um telefonema. Mas não quero deixar de partilhar aqui a minha visão daquilo que um gestor de risco clínico pode e deve ser numa instituição de saúde.

7 Características de um Gestor De Risco Clínico
  1. O GRC é detentor de experiência clínica reconhecida que lhe permita intervir com base no seu conhecimento e prática clínica, sendo reconhecido pela equipa multidisciplinar;

sexta-feira, 5 de maio de 2017

SD251 - Salva Vidas - Lava as tuas mãos - 5 Maio 2017 - OMS

Para que ninguém se esqueça de um gesto simples, mas de
enorme importância.


SAVE LIVES: Clean Your Hands 5 May 2017

Fight antibiotic resistance - it's in your hands

SD250- ISPA promove 1ª PÓS GRADUAÇÃO - LITERACIA EM SAÚDE

Foi oficialmente apresentada a 1ª Pós Graduação de Especialização em Literacia em Saúde em Portugal, organizada pelo ISPA.

Literacia em Saúde: Modelos, Estratégias e Intervenções
Conta com um conjunto relevante de personalidades com vasta competência, conhecimento e profundidade na abordagem destes temas.

A sessão inaugural contou com o Dr Francisco George, Director Geral da Saúde.


Será um privilégio contar convosco, neste 1º Curso que marca um avanço indelével na partilha de conhecimento sobre Literacia em Saúde em Portugal. Permitirá a capacitação dos profissionais das vá rias áreas da saúde, a criação de formas de reduzir iniquidades, de aumentar a compreensão sobre o sistema de saúde e incrementar positivamente as próprias relações interpessoais com vista a uma maior adesão terapêutica.
A Literacia em saúde é um imperativo de saúde pública (no programa nacional de saúde), é parte do capital social e um pilar central de politicas e acções (Kickbuch et al. 2005)

Faça parte deste momento primeiro que marcará um caminho da referência.

Muito obrigada, despeço-me com toda a cordialidade
Cristina Vaz de Almeida
Direcção de Curso