Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Formação Avançada ISPA - Segurança do Doente - Importância da Comunicação

 Formação Avançada ISPA - Segurança do Doente - Importância da Comunicação

A SEGURANÇA DO DOENTE

Importância da comunicação

 25 Março 2017
DESTINATÁRIOS

· Profissionais de saúde, serviço social e áreas relacionadas com a segurança do doente
· Responsáveis pela educação para a saúde e pelo contributo pela educação em saúde e pelo contributo pelo empowerment do cidadão, em serviços de saúde e programas na comunidade
· Estudantes de qualquer ano das áreas da saúde, serviço social, desenvolvimento comunitário, comunicação e marketing


OBJECTIVOS
· Promover e disseminar uma cultura de segurança do doente com base no trabalho de equipa e coesão de grupo
· Aprofundar e desenvolver capacidades e competências profissionais na área da segurança do doente.
· Contribuir para melhoria da comunicação em saúde com o cidadão, para a humanização dos serviços e maior empoderamento e capacitação dos indivíduos
· Compreender o poder das ferramentas do marketing sensorial na gestão da relação com o doente/utente

COMPETÊNCIAS
· Reconhecer os componentes da comunicação nas suas várias áreas de intervenção, promotoras de maior literacia em saúde
· Avaliar quais os problemas existentes entre os utentes/clientes e os técnicos de saúde e saber gerir esses conflitos
· Saber usar ferramentas para alterar situações de défice no empoderamento do cidadão no domínio da literacia em saúde
· Avaliar as mais-valias das competências culturais na melhoria das relações me saúde
· Intervir no campo da comunicação em saúde através de ferramentas digitais ao serviço dos profissionais na rede

PROGRAMA
· INTRODUÇÃO À SEGURANÇA DO DOENTE (1,5h) – Conceitos base. Factores humanos e sua influência na segurança do doente.
Modelo do queijo suíço (HFACS – Human Factors Analysis and Classification System)
· IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO NA SEGURANÇA DO DOENTE (1,5h) – Comunicação como elemento fundamental. Comunicação pessoal e interpessoal para a gestão do stress e controlo do burnout. Literacia emocional e gestão das emoções
· SEGURANÇA DO DOENTE (2,5 h) – Sistemas e métodos de análise em segurança do doente. Avaliação de risco (ferramenta proactiva). Notificação de acidentes (ferramenta reactiva). Auditoria (ferramenta abrangente)
· COMUNICAÇÃO E SEGURANÇA DO DOENTE (1,5h) – Dos formulários de identificação do doente ao consentimento informado. Ferramentas informáticas promotoras dos contactos entre doentes/utentes e instituições de saúde. Redes sociais. Comunidades de grupos. Desenvolvimento de processos de comunicação adequados para melhor gestão de conflitos

METODOLOGIAS
 Formação teórico-prática, com discussão de estudos de casos

DURAÇÃO
7 horas

FORMADORES

Cristina Vaz de Almeida
Pós-graduada em Marketing e Mestre em Comunicação em e.learning
Doutoranda em Ciências da Comunicação

Enfermeiro-Chefe, Adjunto da Enfermeira Directora do Centro Hospitalar de Setúbal, EPE
Comissão da Qualidade e Segurança do Doente
Grupo de Indicadores, Auditoria e Risco Clínicos
Consultor da DGS para a área da Qualidade em Saúde.

CALENDARIZAÇÃO
As sessões decorrerão das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 no dia 25 de Março 2017

CERTIFICADO
Os formandos terão acesso a um certificado de workshop em A Segurança do Doente. Importância da comunicação desde que frequentem a totalidade das sessões, uma vez que se trata de formação presencial.

INSCRIÇÕES
On line em  http://fa.ispa.pt/
Informações: fa@ispa.pt

Totalidade|   Fraccionada

90 euros   |   49 euros x 2 mens.

Sem comentários:

Enviar um comentário