Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Como criar um Relatório de Segurança do Doente que todos podem ler?

Chegámos àquela altura do ano em que é importante divulgar um resumo do nosso trabalho.
- Afinal o que foi feito durante o ano que agora terminou?
O Feedback é muito importante! É por isso que eu gostava de mostrar-te como é que eu faço neste pequeno vídeo de 6 minutos…


Podes encontrar um “modelo” do relatório referido no video e fazer o download aqui
Adorava saber a tua opinião sobre este assunto. Quais são os teus comentários ou sugestões?
Se gostaste desta informação partilha com os teus Amigos.
Até à próxima e vamos lá concluir o nosso ano em grande.

12 comentários:

  1. Olá
    Também ando «ás voltas» com os «meus» relatórios e que são bem mais profusos em termos de informação.
    Resta saber se alguém a lê.....
    __________________________
    Sugestões:
    *«Tratar» a informação constante nas Reclamações dos Doentes que têm Rsco Clínico associado;
    *Comparar número de notificações com número de internamentos ou dias de internamento;
    *Eventualmente «tratar» a informação por Serviço notificante.

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  2. Excelentes sugestões Augusto.
    Na verdade também efetuamos a análise da forma que sugeres. O modelo apresentado é a forma como "tentamos" garantir que a informação (mínima/essencial) chega ao máximo de profissionais e Superiores Hierárquicos possível.
    O tratamento por serviço é um pouco mais minuciosa, mas respeita também os princípios da simplicidade.
    Grande Abraço e obrigado pelos teus contributos.

    ResponderEliminar
  3. Olá
    É como dizes...o difícil mesmo é seleccionar a informação que, nos outros, tem potencial para ser transformada em conhecimento....

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  4. Concordo com a explicação .... você tem que torná-lo fácil ....
    Eu tenho uma pergunta: a forma de recolher as notificações? têm uma plataforma que lhes permite comunicar e gerenciar incidentes?

    nossa empresa tem uma plataforma de nuvem que pode facilitar muito essa gestão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gonzalo Carreño.
      Efectivamente o Centro Hospitalar de Setúbal possui um Sistema de Notificação de Incidentes (clínicos e não clínicos). O Sistema tem uma componente em papel mas mais de 95% das notificações já são efectuadas on-line.
      A gestão e análise dos incidentes é efectuada em "back-Office", e toda a comunicação está baseada na plataforma interna de email da instituição.
      O Sistema foi todo desenvolvido internamente

      Eliminar
    2. Olá
      Um destes dias, em conversa com um colega ele dizia-me:
      «Sabes, para a Direção de um hospital é muito bonito ter um Sistema de Notificação de Incidentes. O problema é quando esse Sistema começa a mostrar as feridas da Instituição. Daqui até ás pressões é um instante....»
      ____________________

      Dá que pensar....

      Cumprs
      Augusto

      Eliminar
    3. Compreendo o que dizes Augusto. Esse tipo de intervenção apenas demonstra o desconhecimento das metodologias e da filosofia da "Segurança do Doente" por parte de muitos responsáveis.
      Por mim apenas posso testemunhar que me sinto um privilegiado pela forma com o Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Setúbal tem encarado toda esta metodologia.
      Todos temos aprendido e evoluído em conjunto. Nem sempre somos perfeitos, mas quem é?
      Quanto às pressões, a reação de quem as recebe deve ser ponderada, mas nunca deve abdicar dos princípios que já referi. "Aprendizagem com os Erros", "Não Punição", "Correção do SISTEMA", "Mudança", "O Doente como o foco de atenção" e podia continuar por "aqui a fora..."
      Grande Abraço.

      Eliminar
    4. Concordo com o Fernando também acrescentar que um dos elementos fundamentais dos princípios de gestão da segurança dos doentes é o verdadeiro compromisso da alta administração do ponto de vista de oferecer os recursos necessários e ser quem dar o primeiro exemplo a observância destes princípios ... o que para mim em primeiro lugar e acima de tudo é ser um "sistema não punitivo baseado na aprendizagem e melhoria contínua" e com ferramentas tecnológicas que facilitam a comunicação, gestão e feedback aos profissionais

      Se parece apropriado posso mostrar-lhes uma ferramenta que atenda a esses princípios

      um abraço
      Gonzalo

      Eliminar
    5. Caro Gonzalo, os contributos são sempre importantes.
      Se achar conveniente, pode colocar aqui uma pequena informação e um link que direcione os utilizadores para a informação que achar conveniente prestar.

      Eliminar
    6. Olá

      Vou dizer ao meu amigo que passe por aqui, talvez ele comprenda que, algumas vezes, uma andorinha pode fazer a Primavera....basta continuar a querer voar!
      ____________________

      Sistema não punitivo......claro que sim, mas.....como se gerem as más práticas que originam dolo sério ao doente...?

      Cumprs
      Augusto

      Cumprs
      Augusto

      Eliminar
    7. Bem, esta questão vai "obrigar-me" a escrever um post sobre o assunto já que uma resposta não pode ser dada em poucas linhas.
      Da mesma forma que advogo a não punição para as situações com base em falhas sistémicas, também advogo a responsabilização para os casos de negligência e para os casos mais comuns de "não quero saber nem me interessa e em mim ninguém manda!".
      Mas atenção, nestes últimos casos é importante que as hierarquias assumam as suas responsabilidades (o que raramente ocorre), isto porque um Sistema de Notificação de Incidentes não pode NUNCA ser envolvido em questões disciplinares.

      Eliminar
  5. Olá
    Obviamente de acordo

    Ficámos então a aguardar esse post para relançar esta discussão.

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar