Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 29 de junho de 2014

Quanto Custam os Eventos Adversos

Artigo Original - Impacto económico de los eventos adversos en los hospitales espanoles a partir del Conjunto Mínimo Básico de Datos.

Este é um excelente artigo que contribui para um melhor conhecimento acerca dos custos associados aos eventos adversos, e cuja leitura recomendamos (pode fazer o dowload clicando no link acima).

Todos temos consciência que prevenir custa menos dinheiro do que “remediar ou reparar”, mas existe uma enorme dificuldade em demonstrar este principio. Com este artigo podemos procurar soluções que apontem para uma resposta mais fácil a este problema, tornando evidente os benefícios dos programas de Segurança do Doente nas Instituições de Saúde.

3 comentários:

  1. Olá

    A propósitos dos custos económicos dos Eventos Adversos, centremo-nos nas Quedas de Doentes e reflitámos nestas «notas soltas»:


    * As quedas por internamento têm um peso de 2,7 quedas notificadas por 100 internamentos.

    * A percentagem de quedas notificadas de que resultaram lesões com gravidade ( Nível 1 ( Baixo), 2 ( Médio) e 3 ( Elevado)) foi de 32%.

    * Notiicaram-se 5 quedas de doentes por mil dias de internamento.

    * A percentagem de NQD ( Notificação de Queda de Doente) que tinham registado o Índice da Escala de Morse foi de 83%.

    * A percentagem de NQD que tinha assinalado Alto Risco de Queda foi de 56%.

    * Cerca de 85% das NQD tinham assinaladas Intervenções de Enfermagem para a prevenção da queda notificada.

    * Em 49% das NQD verifica-se que o doente caiu mesmo com as grades da cama elevadas.

    * Cerca de 13,5% das NQD com registo de medidas de prevenção de quedas não tinham registado o Índice da Escala de Morse.

    * Analisadas as NQD que tinham assinaladas medidas de prevenção de quedas e Nível de Risco, constatou-se que em 33% das situações, essas medidas não estavam de acordo com o nível de risco determinado. Na maioria das situações, a NQD tem registado Índices elevados de Queda.

    * Cerca de 54% das quedas com gravidade, aconteceram no Turno da Noite e representam cerca de 17% do total das quedas notificadas.

    * As quedas repetidas, representam cerca de 9,2% do total das NQD.


    Mais do que simples números, são números que representam, também, custos económicos. O valor exacto está por calcular, mas não tenho dúvidas que serão significativos.

    Apesar de tudo, há que registar que estes números têm vindo a melhorar e a um aumento no número de NQD tem correspondido um aumento na percentagem de lesões de Gravidade 1 e uma diminuição nas lesões de Gravidade 2 e 3.

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  2. Excelente Augusto,
    Temos de trabalhar uma "ferramenta" que permita avaliar esses custos, nem que seja por estimativa/aproximação.
    Queres colaborar?

    ResponderEliminar
  3. Olá Fernando

    Claro que sim; quando começámos?
    Para já, vou ler «com olhos de ver», o artigo espanhol agora publicado. Quem sabe nos dá pistas.
    Um abraço
    Augusto

    ResponderEliminar